Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência de navegação. Ao continuar em nosso site, você concorda com a nossa política de privacidade.

Oswaldo Bratke

1907 /1997

Brasil

Oswaldo Arthur Bratke possuía uma arquitetura elegante em seus traços suaves, simplificada em seus projetos modernistas. Além de arquiteto magistral, Bratke experimentava os sabores do design, dedicando-se à criação de luminárias e móveis.

Em mais de quatro décadas dedicadas à arquitetura, Bratke foi responsável por mais de 1,3 mil edificações, entre residências, escolas, prédios de escritórios, indústrias, estações ferroviárias e hospitais, localizados de norte a sul do Brasil.

Os desenhos impecáveis de Bratke evocavam essa geração única, que partiu do rígido ensino de belas-artes para a descoberta do modernismo. No começo dos dourados anos 1950, Bratke deu início à urbanização do bairro do Morumbi ao lado de Oscar Americano, para o qual projetou uma das residências mais emblemáticas da época. Nessa mesma década, o arquiteto foi convidado a subir os rios Araguari e Amapari, no Amapá, numa pequena embarcação para conhecer o terreno que abrigaria um de seus projetos mais ambiciosos: a Vila Serra do Navio. A cidadela, cercada por florestas, foi planejada para ser totalmente autossuficiente. Hoje, a cidade é considerada um patrimônio cultural pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

‘Não devemos fazer concessões a estética, porém não devemos deixar de atender os hábitos e funções vitais do homem.’

A beleza da obra depende de sua capacidade artística e crítica. É importante que se tenha em mira que a obra sirva a sua clientela e que não seja um monumento a si próprio.

OSWALDO BRATKE

Cadeira Oswaldo Bratke

Oswaldo Bratke

Cadeira Oswaldo Bratke

Responsive

Gregori Warchavchik

Responsive

Oscar Niemeyer

Responsive

Jorge Zalszupin